Project Logo.png
EN-Co-Funded-by-the-EU_PANTONE.png
Featured image the art to dance community.png

Sob o título “The Art to Dance Community – an African Way of European Inclusion”, organizações dos campos social, artístico e terapêutico da Alemanha, França, Portugal e Croácia uniram forças para estabelecer um quadro metodológico e uma rede internacional para a dança intercultural pedagogia. A proposta de projeto transnacional e interdisciplinar visa fornecer aos atores uma plataforma para compartilhar conhecimentos, trocar boas práticas, desenvolver coletivamente padrões profissionais e métodos inovadores, implementá-los conjuntamente na prática, avaliá-los e divulgá-los de forma abrangente.

 

A dança para a educação estética cultural e mediática, como ferramenta de comunicação, expressão criativa, instrumento de mudança individual e coletiva, bem como discursos sociopolíticos formam o quadro temático do projeto.

 

Ao misturar sinergicamente as perspetivas socioculturais, pedagógicas, terapêuticas e artísticas, as tradições da música e da dança africanas serão operacionalizadas como uma ferramenta de inclusão social. Estruturalmente, o ciclo do projeto como um todo consiste em acumular de conhecimento, construção de métodos, implementação prática, avaliação, inserção no discurso científico e disseminação em termos de atores regionais, nacionais e internacionais.

 

Para conciliar conceptualmente as exigências de profissionalismo e apoio individualizado, o projeto assenta no desenvolvimento de modelos de processos transferíveis, nos quais se baseiam tanto as atividades como os formatos práticos compilados conjuntamente e que evocam um processo de feedback contínuo devido à estrutura de interações mútuas da transferência teórico-prática.

 

Além de uma fase intensiva de seis semanas em Portugal, as atividades do projeto incluem mobilidade de pessoal para implementação prática na França, Croácia, Portugal e Alemanha. Em termos de conteúdo, a cada atividade é atribuído um foco temático individual para iluminar o objetivo do projeto a partir de uma nova perspectiva.

 

Na coprodução, são desenvolvidos formatos transferíveis e métodos inovadores, implementados nas práticas anteriores da organização anfitriã e avaliados conjuntamente para fins de pesquisa-ação. De acordo com o objetivo principal do mandato político educacional da Alemanha, a metodologia deve permitir que o indivíduo reflita e lide com sua própria vida dentro da sociedade de maneira autoefetiva. O objetivo da abordagem interdisciplinar é oferecer novas perspectivas e abordagens para soluções em relação às mudanças demográficas atuais e às questões de justiça social e identidade cultural que a acompanham.

 

O encontro artístico-terapêutico pretende promover uma altercação ativa com identidades e realidades individuais e coletivas e, como plataforma dialógica, possibilitar a comunicação para além das barreiras da linguagem verbal. Em linha com a estratégia-quadro da UE, o projeto geral segue uma política ascendente, a fim de fornecer novas abordagens para a formação participativa de uma comunidade europeia através de processos criativos.

 

Com este projeto-piloto, queremos iniciar uma mudança de paradigma de requisitos de integração orientados para o déficit para uma percepção da diversidade cultural como valor social agregado.

 

No que diz respeito à implementação real, um grande número de workshops de baixo limiar e concertos interativos serão organizados para cobrir a maior variedade possível de grupos-alvo.

 

Múltiplas cooperações com instituições sociais e projetos de eventos inclusivos visam particularmente as populações marginalizadas cujo acesso seria dificultado por seu status socioeconômico.

Para além disso, a participação conjunta em eventos culturais e festivais consagrados deve ampliar significativamente o alcance do projeto e possibilitar o coworking sustentável além da duração do projeto.

Para além disso, em termos de resultados concretos, será criado e publicado livre de royalties um manual metódico e orientado para a prática para a pedagogia da dança europeia, que, incorporado em uma caixa de ferramentas de material audiovisual adicional, permite a transferibilidade e uma ampla esfera de aplicabilidade bem como a ampla divulgação de forma sustentável.

 

Num nível intangível, as abordagens interculturais e interdisciplinares devem complementar e expandir os discursos científicos em torno do potencial educacional da dança em contextos multiculturais.

 

Para além disso, a parceria estratégica pretende estabelecer estruturas para networking sustentável, intercâmbio e cooperação dentro do consórcio, bem como para organizações externas e partes interessadas.

Globalmente, a proposta funciona como um projeto-piloto em termos de moldar o trabalho de inclusão transnacional e interdisciplinar num contexto europeu.

Acção em Portugal – Espinho

 

em parceria com

 

Residência artística internacional entre 1 e 17 de Maio de 2022, que colmina com uma apresentação pública, com vários workshops e um espectáculo

 

No âmbito do projeto " The Art to Dance Community - um modo africano de Inclusão Europeia ", financiado pelo Programa Erasmus+ da Comissão Europeia, organizações das áreas social, artística e terapêutica da Alemanha, França, Portugal e Nova Macedônia uniram forças para desenvolver uma abordagem de dança intercultural em formatos de oficina e performance. Após 15 dias de residência artística em Espinho, o grupo oferece uma experiência de dança em que você se conecta e incorpora as diferentes qualidades e potências dos elementos naturais. Você aprenderá sequências com movimentos e explorações de voz referentes aos elementos fogo, ar, terra e água e temas relacionados. As tradições afro-animistas dos Yoruba Mandinke, Uolof e dos seus mitos servem de base artística. Como é habitual nas tradições africanas, vamos dançar e cantar de forma criativa ao som de música ao vivo. Não é necessária experiência prévia com dança ou canto.

Domingo, 15 de maio de 2022

 

11h- 17h30 - WORKSHOPS

"Dança os teus poderes elementares" - oficinas de dança criativa com música ao vivo

 

11:00 - 12:30 com Sophie Gamba Lautier (DjuDju) 

12:30 - 14:00 com Alain&Karolyn

15:00 - 16:00 com Eva Azevedo (Popolomondo) 

16:00 - 17:00 com Stephanie Bangoura+ Miriamba + Anett Herrmann +Massa Dembele + Mohamed Sylla (Tanz der Kulturen)

 

18h -ESPECTÁCULO "The art to Dance Community"

Performance participativa com música ao vivo – coreografia de Vincent Harisdo com participação de: Músicos: Aly Keita (balafon), Paulo das Cavernas (percussão, guitarra, ngoni), Mo Jonas (guitarra), Massa Dembele (percussão, ngoni, voz), Moahmed Sylla (percussão), Nigel Asher (baixo), Anett Herrmann (voz) Bailarinos: Alain, Kalidou, Miriamba, Karolyn, Stephanie Bangoura, Sophie Gamba Lautier, Daudet Grazai, Eva Azevedo

Local:
Espinho - Salão Nobre da Piscina Solário Atlântico
R. 2 627, 4500-267 Espinho
https://goo.gl/maps/groEFAhWaeRybxyS6

cmespinho.png
Dance-of-Cultures.png
logo4.jpg
logo3.jpg
logo5.jpg
logo2.jpg
logo1.jpg